Universo Tributário

Município implantado em janeiro não consegue revisão do repasse de ICMS PDF Imprimir E-mail
Notícias sobre Finanças Públicas
26-Mar-2009

O município de Teresina (PI) segue sem ter que ajustar o repasse do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ao recém-criado município de Nazária.

Implantado em janeiro, o novo município teve suspensa a decisão que lhe garantia um índice maior de repasse do imposto. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido para restabelecimento do julgamento inicial, por não verificar a presença de ameaça à economia pública na manutenção do índice original.

O juízo de primeiro grau atendeu ao pedido de tutela antecipada de Nazária para lhe garantir o aumento do repasse com base em índice mais favorável a ele. O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), no entanto, suspendeu a decisão. Contra esse julgamento, o município recém-implantado entrou com recurso no próprio TJ-PI, que ainda não foi julgado, além do pedido de suspensão da decisão do TJ-PI apresentado ao STJ.

O presidente do STJ, ministro Cesar Asfor Rocha, entendeu que, conforme aponta a jurisprudência do Tribunal, não é possível admitir o pedido de suspensão contra suspensão concedida em segundo grau. O município de Nazária também não demonstrou a lesividade da decisão e ambas as partes visam proteger o interesse público. Além disso, o exame da questão jurídica acerca do índice de repasse do ICMS exige análise profunda, que escapa aos limites da ação de suspensão de liminar e sentença. O pedido foi indeferido.

Fonte: Coordenadoria de Editoria e Imprensa do STJ

 
< Anterior   Próximo >
Advertisement

Nossos Parceiros

Anuncie Aqui!

Assine nosso RSS

Charges

Produtos e Serviços

Você está aqui:Home arrow Notícias arrow Finanças Publicas arrow Município implantado em janeiro não consegue revisão do repasse de ICMS

In Company

Cursos e Treinamentos customizados para vossa empresa.