Universo Tributário

Maioria dos municípios corre risco de ficar sem os recursos para educação PDF Imprimir E-mail
Notícias sobre Finanças Públicas
01-Mai-2009

Mais de 3.600 mil municípios que ainda não prestaram contas dos investimentos em educação no ano passado correm o risco de deixar de receber os recursos federais destinados ao ensino.

Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), até a tarde de hoje (29) apenas 1.870 das 5.564 municípios (ou 33,6% do total) haviam apresentado ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) a prestação de contas. Os 3.694  (66,4%) têm até amanhã (30), quando termina o prazo, para repassar os dados.

Pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o município, o estado e o Distrito Federal são obrigados a apresentarem as informações sobre os gastos com a educação. A unidade da federação que descumprir a lei fica impedida de receber qualquer transferência voluntária feita pelo Ministério da Educação ou por outros órgãos do governo federal. Os recursos são para custear, entre outras coisas, a construção de escolas e creches, formação de professores ou a aquisição de veículos para o transporte escolar.

No caso da prestação de contas estaduais, o prazo só termina no dia 29 de maio. De acordo com a assessoria do FNDE, apenas o Rio Grande do Sul havia transmitido suas informações até o fim da tarde de hoje.

Fonte: Agência Brasil

 
< Anterior   Próximo >
Advertisement

Nossos Parceiros

Anuncie Aqui!

Assine nosso RSS

Charges

Produtos e Serviços

Você está aqui:Home arrow Notícias arrow Finanças Publicas arrow Maioria dos municípios corre risco de ficar sem os recursos para educação

In Company

Cursos e Treinamentos customizados para vossa empresa.